Embaixada de Portugal em Espanha

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Eleições Legislativas - 4 de Outubro de 2015

original 09 04 15 55 legislativas2015 interiorOs cidadãos portugueses residentes no estrangeiro podem exercer o seu direito de voto desde que se encontrem inscritos no recenseamento eleitoral português junto da representação diplomática ou consular da área da sua residência. O direito de voto é exercido unicamente por correspondência, via postal.

O Ministério da Administração Interna procede à remessa dos boletins de voto, a todos os cidadãos inscritos no recenseamento eleitoral português, para a morada indicada na respetiva inscrição, pela via postal mais rápida, sob registo.

Para poder votar é-lhe enviado um boletim de voto acompanhado de dois envelopes, um de cor verde e outro de cor branca.

No boletim de voto, assinala com uma cruz, no quadrado respetivo, a sua opção de voto. De seguida dobra o boletim de voto em quatro, introduz no envelope de cor verde que fecha.

Este envelope de cor verde é introduzido no envelope de cor branca, que já tem pré impresso o seu nome, morada, consulado e país. Deve preencher o espaço destinado ao seu n.º de eleitor. Seguidamente introduza, também, no sobrescrito branco uma fotocópia do seu cartão de eleitor ou uma certidão comprovativa da inscrição no recenseamento eleitoral ou uma impressão da consulta à página do Ministério da Administração Interna www.recenseamento.mai.gov.pt . Feche então o envelope branco e coloque o selo postal.

Por fim, deve remeter esta documentação por via postal, se possível sob registo, o mais tardar até ao dia da eleição.

Envie o mais cedo possível a correspondência eleitoral!

Partilhar:
FacebookTwitterGoogle +E-mail